Dicas para abrir um Food Truck

Willian GalvaoFood Truck, GestãoLeave a Comment

FOOD TRUCK

A expansão do movimento do Food Truck no Brasil ocorreu em 2014 e, desde então, tem se expandido, sendo caso de sucesso de muitos pequenos empreendedores, os quais, que antes viam como uma forma de renda extra, passaram a trabalhar como renda principal e viver muito bem com os ganhos. A cada ano que passa, cresce o número de pessoas que se interessam em montar o Food Truck para poder gerar uma renda extra no final do mês, especialmente quem vive em grandes cidades onde esse negócio tem virado tendência e promete se expandir ainda mais com o tempo.

Se você chegou até aqui provavelmente é porque também tem interesse em abrir um negócio como este, certo?

Pois bem, se esta é realmente a sua intenção, então está no lugar certo, pois nesse post lhe daremos algumas dicas valiosas para que consiga montar o seu Food Truck e fazer sucesso no ramo da culinária.

Quais são os trâmites legais para abrir um Food Truck?

Se for atuar sozinho, com no máximo um funcionário, cadastre-se como microempreendedor individual (MEI) na categoria de Vendedor Ambulante de Produtos Alimentícios. Se tiver sócio(s), pode ser micro ou pequena empresa, dependendo do faturamento.

Uma busca no Cartório (caso seja sociedade simples) ou na Junta Comercial indica se o nome e a marca pretendidos estão disponíveis. Depois, é feita a Declaração de Empresa Individual ou o Arquivamento do Contrato Social.

Nesse momento, verificam-se os antecedentes do(s) empresário(s) na Receita Federal. Se estiverem em dia, solicita-se o CNPJ e a Inscrição Estadual.

Alvará de funcionamento

Chega a hora de pedir o alvará de funcionamento e o registro na Secretaria Municipal da Fazenda da Prefeitura. Antes de concedê-los, um agente da vigilância sanitária visita o food truck para checar se está cumprindo a resolução RDC nº 216, da Anvisa.

Para obter, finalmente, a licença de vendedor, bastam o enquadramento no respectivo Sindicato Patronal e o cadastramento na Caixa Econômica Federal, para o recolhimento do INSS/FGTS.

Licenças e registro do veículo

Deve-se regularizar o veículo no Denatran, homologando as modificações por meio de um laudo do Inmetro. Além disso, é preciso solicitar a emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV).

Também é preciso regularizar o food truck no Corpo de Bombeiros Militar, para avaliar o cumprimento das normas de prevenção contra incêndios.

Quanto custa um Food Truck usado?

Tudo depende do tamanho e dos equipamentos que existem, mas você pode conseguir um básico por uns R$8.000, um intermediário por uns R$15.000 ou R$20.000 e um daqueles tops por R$60.000.

Se você resolver fazer um do zero, pode investir de R$20.000 a R$200.000. Comprar um novo fica também em uma faixa parecida de preço. Só dá para definir quanto custa um food truck com exatidão depois de ver o equipamento.

Equipamentos que você vai precisar

Fazendo do zero ou comprando um que vai precisar de estrutura interna, é muito importante que você saiba quais são os equipamentos para um food truck. Trouxe uma pequena lista com algumas coisas que você pode precisar:

  • Instalação de gás;
  • Balcão de aço;
  • Coifa;
  • Balcão de trabalho;
  • Pia;
  • Gerador de energia;
  • Freezer;
  • Fogão e forno;
  • Coletor de detritos;
  • Prateleiras e armários;
  • Instalação elétrica;
  • Micro-ondas;

Tenha um plano de negócios

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanosque você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.
Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também o público que irá frequentar seu food truck, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.
Resumo dos principais pontos do plano de negócio:

  • O que é o negócio
  • Quais os principais produtos e/ou serviços
  • Quem serão os seus principais clientes
  • Onde será localizada a empresa
  • O montante de capital a ser investido
  • Qual será o faturamento mensal
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne

Pense no cardápio que será servido

Outro detalhe importante no qual você também deve ter atenção é com relação ao cardápio.

Só para você ter uma ideia, a elaboração do cardápio é tão importante que será ela a responsável por determinar o tipo de estrutura que deve ser montando, bem como o custo inicial que terá em seu novo empreendimento.

Por isso, faça uma pesquisa, veja o que as pessoas estão procurando com mais frequência em termos de alimentação no local onde pretende instalar o seu Food Truck e passe a investir no seu cardápio para começar o seu negócio já com uma boa demanda e assim ter a certeza de que fez a escolha certa.

Além disso, você também deve fugir dos cardápios complicados. Como se trata de um Food Truck, as pessoas que procuram esse tipo de serviço querem comida boa e rápida, algo que provavelmente você não vai conseguir proporcionar se estiver trabalhando com cardápios muito complexos.

Quanto ganho com um Food Truck?

A lucratividade depende do lanche servido e dos custos do empreendedor. No geral, o lanche tem uma lucratividade de 100% ou mais. Agora, claro, é preciso deduzir seus custos além da matéria prima.

Em média, um food truck tem uma lucratividade de 35% a 45% do faturamento. Parece pouco? Mas não é!

Um food truck bem localizado consegue vender em média 100 a 150 lanches em 6h, e 220 em 8/9 horas. Supondo que o lanche custe R$ 20,00 reais (média), até porque é costume vender bebidas, aumentando um pouco o lucro, o cálculo seria:

Valor do lucro: 20 (venda final) – custos de matéria prima = R$ 10,00.

100*10 = R$ 1.000,00 * 40% = R$ 400,00 reais.

R$ 400,00*25 dias (normalmente é o tempo trabalhado) = R$ 10.000,00 reais.

Em outras palavras, a média de faturamento líquido de um proprietário de food truck varia entre R$ 8.000,00 e R$ 14.000,00 reais. Isso se confirma também por dezenas de depoimentos de pessoas proprietárias de food truck.

Claro, estamos falando de um food truck já consolidado, normalmente após 4 meses a 6 meses de atuação. No início pode ser mais difícil auferir essa renda mensal líquida.

Invista em uma boa estrutura

Em um Food Truck a estrutura básica se fundamenta em dois elementos: o carro em si e a estrutura para a cozinha. É justamente na escolha destes elementos que muita gente acaba cometendo falhas e levando o seu negócio a falência. Para que isso não aconteça com você, procure trabalhar bem a estrutura do seu Food Truck. O caminhão que você vai usar pode ser usado ou novo. Mas caso seja usado, lembre-se de fazer uma revisão geral no veículo para que ele esteja em pleno funcionamento e não apresente nenhum problema enquanto estiver na ativa.

Em relação a infraestrutura do seu negócio, procure montar um espaço que facilite o seu trabalho e que atenda as suas necessidades no que se refere a preparação e comercialização dos pratos. Nesse caso uma boa dica é você investir em um software de gestão para garantir que o controle do seu negócio seja executado de forma organizada e profissional, sem contar que esse tipo de sistema facilita bastante na hora de você avaliar o que precisa ser melhorado.

Portanto, se você deseja montar um Food Truck, estas dicas com certeza podem lhe ajudar a começar esse negócio com o pé direito e assim garantir um bom faturamento e satisfação profissional.capaebook1000

Gostou do artigo? Então continue acompanhando o nosso blog e se mantenha atualizado sobre as novidade envolvendo a gestão de negócios e novos empreendimentos! Aproveite e baixe gratuitamente nosso e-book Escolhendo o Software para seu restaurante.

 

Leita também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *