Como aumentar os preços sem irritar os clientes

Luan SantosGestão, Restaurante0 Comments

como aumentar os preços

Aumentar os preços ao longo do tempo, seja em um serviço ou em um produto, leva à muitas perguntas sobre como seus clientes podem reagir. No segmento de restaurantes, será que eles irão continuar consumindo seu produto ou irão para a concorrência?

Elevar o valor afinal, é uma das estratégias que você pode utilizar para produzir cada vez mais receita e elevar imediatamente a sua margem de lucro, e como tudo no mundo dos negócios, há muitos motivos que incidem nesta decisão. Como por exemplo a quantidade do produto que você oferece nesse segmento.

Ao abrir um restaurante, são diversos os detalhes para se refletir! Assim que passa essa fase você até se sente aliviado… mas não, os desafios não acabaram. Chega um momento que é necessário alterar o preço dos produtos, e então parece que a dificuldade triplica de tamanho. Isso se deve ao fato de que muitos gestores têm receio de elevar os preços de produtos e verem seus clientes partirem para a concorrência em busca de outras alternativas.

Preocupação justa, não é mesmo? Entretanto, entenda que se o cálculo do novo preço for feito estrategicamente, com base em alguns fatores, os riscos baixam e seu restaurante se mantém competitivo e popular entre os clientes.

1- Conheça o seu mercado

Analise o perfil do seu cliente e como você está posicionado em relação à concorrência. Seu produto proporciona um grande diferencial que incentive o consumo, independente do preço? O segmento de restaurantes da sua cidade é muito concorrido?

Mais do que isso, seja sincero ao responder essa pergunta: o seu consumidor de fato gosta do produto que você oferece ou tem tendência a comprar por causa do preço? Tendo todas estas informações se torna mais fácil analisar as consequências de um aumento de preços.

2- Tenha autoconfiança para aumentar os preços

Em vários momentos você será o responsável por tomar decisões importantes que podem mudar o futuro em diversos aspectos, tanto para você quanto para sua equipe e seus clientes. Seja para realizar um investimento, para admitir ou dispensar um profissional ou até para aumentar os preços praticados no seu restaurante, é importante que você tenha total confiança na sua autoridade. Afinal, a experiência que você adquiriu após tantos anos de trabalho no ramo gastronômico fez você criar aquilo que chamamos de instinto.

Confiar no seu instinto é primordial para desenvolver uma imagem sólida de liderança. Isso faz com que sua equipe e seus clientes respeitem e confiem nas suas decisões. É claro que isso não quer dizer se fechar ao mundo exterior. Confiar no seu instinto é importante, entretanto, saber ouvir e estar aberto às novas práticas também é.

3- Mude sem radicalizar

Uma falha muito comum é ter medo de aumentar os preços quando o concorrente não está fazendo o mesmo. Aí, quando você percebe, seu restaurante já está com os preços mais baixos do mercado, porém continua amargando prejuízo atrás de prejuízo.

E, para solucionar o problema, você opta por fazer um aumento expressivo de uma só vez. Cliente nenhum vai ficar feliz e o resultado é o declínio ainda maior no consumo. Para impedir que isso ocorra com o seu negócio, aumente os preços gradativamente, e, conforme o cliente for se adaptando à mudança, aumente mais um pouco. Pequenas mudanças tendem a causar um impacto menor no bolso.

4- Recompense os clientes fiéis

Elabore uma relação que inclua os clientes mais frequentes e que sempre pagam em dia. Estes consumidores fiéis devem ter um tratamento especial para seguirem consumindo em seu restaurante, independente do preço. Ofereça descontos e formas distintas de pagamento; dê a tarefa para alguém ligar com certa frequência ao cliente para confirmar se ele está satisfeito com o produto ou se tem alguma dúvida etc. Use sua imaginação e lembre-se: clientes felizes são o segredo do sucesso do seu restaurante!

5- Seja transparente com seus clientes

Quando o assunto é aumentar os preços, ser transparente com seus clientes é uma excelente prática. Certifique-se de esclarecer o motivo do aumento dos preços e responda as perguntas com atenção, fazendo com que eles compreendam as causas, de terem que pagar mais caro pela refeição. Sempre aproveite as oportunidades para provar como a qualidade do seu trabalho faz com que o aumento dos preços seja nada mais do que justo.

Agradeça pela compreensão ou até pelas críticas construtivas que podem chegar, mas sempre se lembre de valorizar o relacionamento com o público.

6- Não deixe de fazer por medo das críticas

Há um velho ditado que diz “Quem quer agradar a todos não agrada a ninguém”. Então prepare-se para críticas e reclamações que irão surgir após aumentar os preços. Apenas certifique-se que os seus bons clientes não só entenderão o aumento, como ficarão surpresos por você não ter feito a mudança antes. Eles conhecem o seu valor. Aumentar os preços é inevitável. Por isso, não tenha receio das críticas. Tenha confiança na sua decisão e acredite no seu potencial.

7- Tudo em seu tempo

Será que o seu público está preparado para pagar mais caro pelo que você oferece?

Uma coisa é aumentar os preços em tempos de crise, quando todos os setores da economia e, até mesmo os consumidores enfrentam instabilidades financeiras. Outra coisa é aumentar os preços em períodos mais flexíveis, quando há maior circulação de dinheiro no mercado, o que estimula o consumo. O ideal é fazer em tempos como o pagamento do 13º salário, o recebimento do FGTS e até mesmo da restituição do Imposto de Renda. Estas injeções de dinheiro fazem a economia girar e podem ser a situação ideal para você colocar seus novos preços em prática.

 

Baixe nosso E-book e tenha dicas para alavancar a gestão de atendimento do seu restaurante!

Leia também:

Como aumentar os preços sem irritar os clientes was last modified: dezembro 7th, 2018 by Luan Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *