Marcas de cerveja: Confira as que mais vendem

Luan SantosPub/BarLeave a Comment

marcas de cerveja. Pessoas felizes brindando com copos com cerveja em um restaurante ou bar.

Algumas marcas de cerveja estão tão presentes no dia a dia dos brasileiro, que consumi-las já faz parte da cultura nacional. Por isso, seja para brindar uma conquista ou em uma folga com os amigos, a cerveja sempre estará presente. 


Acima de tudo, se você faz parte do universo do food service, já deve ter se perguntado sobre quais são as marcas de cerveja mais pedidas, certo?

Afinal, no Brasil, como dissemos anteriormente, o consumo de cerveja é algo cultural, e nesse sentido, é indispensável que a venda dessas seja feita em bares, pubs, restaurantes, etc.

Desde já, caso você ainda não tenha se questionado sobre o assunto, e até hoje tenha apenas encomendado para seus clientes, marcas referentes ao seu gosto, será importante ler esse artigo para saber quais marcas lhe renderão um maior retorno e ainda, quais terão aceitação total do público.

Nesse sentido, hoje, vamos abordar a situação do mercado, as marcas mais vendidas e quais marcas de cerveja não podem faltar em seu estabelecimento.  

Sendo assim, para melhor entendimento, continue a leitura deste post até o final.

O mercado

Sobretudo, no mercado atual, existem inúmeras marcas de cerveja, que portanto, atendem diversificados gostos. Sendo assim, para não errar, será preciso oferecer para seus clientes uma variedade considerável de marcas, para agradar a todos.

Aliás, a cerveja é um entre os principais produtos que movimentam os mercado do foods services. Eventualmente, em um bar, pub ou semelhantes, as bebidas são consumidas em grande quantidade, enquanto petiscos e porções são meros acompanhamentos para se apreciar, por exemplo, uma bela Indian Pale Ale. 

Não atoa, o mercado brasileiro de produção da bebidas está entre os três maiores do mundo, perdendo apenas para a China e Estados Unidos. Entretanto, o Brasil tem experimentado experiências contraditórias dentro desse mercado.

O mercado durante a pandemia

Quase um ano e meio depois do início da pandemia, vimos o consumo de cerveja subir, chegando a 13,3 bilhões de litros em 2020, algo que não se via desde 2014. Contudo, esse crescimento no consumo não beneficiou toda a indústria.   

Segundo o SINDICERV, associação que conta com aproximadamente 80% da produção brasileira (Ambev e Heineken), apesar do crescimento de 5,3% nas vendas de cervejas em 2020, as cervejarias de produção artesanal, que escoavam seus produtos diretamente para restaurantes e similares, viram a suas vendas despencarem, enquanto as grandes da indústria, que fornecem para supermercados e similares, venderam muito. 

Desde já, Com uma quantidade cada vez maior de rótulos a baixo custo e estratégias para agradar os clientes, as grandes marcas de cerveja ainda exercem uma força exorbitante no mercado interno. 

Do mesmo modo, a crise econômica que veio junto a pandemia colaborou para que as marcas tradicionais e mais populares tivessem mais saída, já que seus preços são mais acessíveis que os praticados pelas cervejas artesanais.

No entanto, nem tudo foi perdido. Para muitos, apesar de a muito custo e esforço, a adaptação para os meios de delivery, take-away e drive-thru, deram a muitas empresas o escoamento necessário para a manutenção do seu funcionamento.

Em síntese, esse setor obteve no ano anterior um crescimento de vendas acima aos dos anos anteriores considerados “normais”.

Setor cervejeiro 

O setor cervejeiro é um dos que mais empregam no país. Hoje, cerca de 2,7 milhões de postos de trabalho, entre empregos diretos, indiretos e induzidos estão ligados a esse setor. 

O número de postos de trabalho no setor de bebidas frias tem apresentado crescimento muito acima da média da indústria brasileira. Porém só aconteceu esse crescimento pela procura desse mercado cervejeiro, que se inova e modifica constantemente. 

Sendo assim uma boa alternativa para bares, cervejarias e restaurantes, que podem conquistar mais adeptos aos seus estabelecimentos oferecendo boas marcas de cerveja. 

Cervejas artesanais 

As marcas de cerveja artesanais vem conquistando espaço muito significativo. Recentemente, agradam um público com poder aquisitivo maior, devido ao seu preço. Para consumir uma cerveja artesanal, você terá que desembolsar em torno de R$ 15,00 a R$ 30,00 a garrafa. Porém, os valores acima da média trazem como recompensa sabores diferentes e mais consistentes.

Não é difícil encontrar casas dedicadas exclusivamente às cervejas artesanais no país. Um grande ponto para o aumento do consumo é o sabor diferenciado das cervejas artesanais. 

O perfil predominante dos consumidores é de homens entre 25 e 40 anos. Entretanto as mulheres também têm expressado o interesse por bebidas diferenciadas e especiais. E apesar de sofrer bastante no último ano, por conta da pandemia, nessa categoria, as empresas com uma boa gerencia, mantiveram cativos todos aqueles seus clientes que se tornaram fãs desse estilo depois de anos de apreciação .

Portanto, é fundamental não esquecer as cervejas artesanais, geralmente será vendida se seu bar possuir porte para comercialização, afinal ela possui um preço bem mais elevado que as marcas de cerveja populares.

Marcas de cerveja mais vendidas no Brasil

Acima de tudo, temos a impressão que para o povo brasileiro a cerveja se tornou mais que um hábito. Presente em reuniões no boteco, churrascos e jantares, a bebida já faz parte da família. 

Algumas cervejas estão a muito tempo no mercado adquirindo fidelidade entre cliente e produto, mas quais são elas? Nós do Sischef, separamos para você uma lista com as marcas de cerveja mais vendidas do Brasil.

1 – Skol

Marcas de cerveja. Uma imagem da cerveja SKOL

É a cerveja queridinha do povo brasileiro. É possível encontrar a marca em praticamente todos os bares. “A cerveja que desce redondo” é a preferida dos brasileiros no contexto geral, do tipo Pilsen e com um preço muito acessível. No mundo ela ocupa a 5º posição. Originalmente, foi lançada na Europa em 1964, vindo para o Brasil apenas no ano seguinte. 

2 – Brahma 

                marcas de cerveja. Uma imagem com vários produtos BRAHMA

A marca é uma das queridinhas do povo brasileiro. Devido ao seu suave sabor, a Brahma acaba sendo considerada a 9º cerveja mais consumida no mundo, e assim como a Skol, também é da AmBev. Apesar de ser totalmente brasileira, ela está presente em diversos países.  Além disso, ela é considerada uma das cervejas mais antigas em circulação no mercado brasileiro. Aliás, ela pode ser encontrada também em países como Rússia, Bélgica, China, Holanda, Irlanda, dentre outros.

3 – Antarctica

Marcas de cerveja. Imagem com a linha de produtos da KAISER

Fechando o trio de cervejas mais consumidas no Brasil, temos a Antarctica. Ela nasceu na primeira fábrica brasileira de cerveja de baixa fermentação em 1888, mas com o tempo seu sabor passou por mudanças e hoje está mais leve, agradando um público maior e encostando nos líderes.

4 – Schin

marcas de cerveja

 

Produzida a princípio pela Schincariol, e depois vendida para o grupo Brasil Kirin, a cerveja acabou conquistando novos públicos com suas propagandas e preços acessíveis. Ela sofre um pouco com a rejeição, porém, não pelo seu sabor ou preço, mas sim por sua falta de popularidade. Mesmo assim, garante uma grande participação no mercado.

5 – Itaipava

marcas de cerveja

Também se destaca pelo seu preço acessível e favorece um público mais recente. A cerveja está se expandindo e conquistando uma grande parte da porcentagem no mercado, foi fundada em 1993 na cidade de Petrópolis. É facilmente encontrada como patrocinadora de eventos automobilísticos, como a Stock Car.

6 – Kaiser

marcas de cerveja

 A cerveja Kaiser foi criada em 1982 pelo dono de uma franquia da Coca-Cola e que, agora, é uma lager assinada pela Heineken. Sua popularidade é derivada de uma campanha de marketing dos anos 90, estrelada por José Valien, o famoso “baixinho da Kaiser”. 

7 – Crystal

marcas de cerveja

 Também do grupo Petrópolis, vem apostando alto em publicidade e conquistando seu público. Tem variações de sabor como guaraná, maracujá e limão. Ganhou popularidade por ser a primeira marca de cerveja brasileira a vender produtos com selo de proteção. A marca passou por várias reestruturações desde sua inauguração no ano de 1999

8 – Bohemia

marcas de cerveja

Acaba atingindo um público seleto devido ao seu preço não tão acessível, foi a primeira cervejaria do Brasil, fundada em 1853 por um alemão. No início, preservava detalhes das cervejas alemãs da época, com um sabor amargo e forte. Porém, com o passar dos anos, ela se adaptou ao gosto do brasileiro.

9 – Bavária

marcas de cerveja

Mais conhecida como a “cerveja dos amigos”, pertencia à Antarctica e hoje é produzida pela Heineken. Ganhou tal popularidade por uma propaganda estrelada por Chitãozinho e Xororó e Zezé di Camargo e Luciano. 

10 – Devassa

marcas de cerveja

 Possui uma variedade de sabores, incluindo a Devassa Loura (Pilsen), Devassa Ruiva, Devassa Negra, Devassa Índia e Devassa Sarará. Atualmente pertence ao grupo Schincariol. Ainda existe a Devassa Bem Loura, que envolveu cerca de 100 milhões de reais no seu lançamento.

11 – Chopp Brahma

marcas de cerveja

Passa pelo mesmo processo da cerveja da marca, a diferença é o envasamento.

12 – Sol

marcas de cerveja

É uma marca mexicana produzida pela empresa FEMSA, vem conquistando seu público desde 2006 no Brasil.

As marcas de cerveja mais vendidas por estado

Cada região do Brasil carrega consigo características diversas. Da mesma forma, é esperado que as cervejas mais consumidas em cada local, sejam influenciadas por essa diversidade

A cerveja dos gaúchos, por exemplo, é a Polar Export. Ela traz como slogan “A melhor é daqui”, e ainda utiliza das cores da bandeira do Rio Grande do Sul. 

Enquanto isso, nos estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Tocantins, a mais consumida é a Brahma. 

No Mato Grosso, a cerveja mais pedida é a Antarctica. E no Piauí a escolhida é a Itaipava, com o slogan “ A cerveja 100% verão”. 

Analogamente, nos demais estados, a cerveja mais consumida é a Skol, fazendo com que seja a mais vendida do Brasil dentre todas as marcas de cerveja. 

Nomes de cerveja: as melhores cervejas artesanais vendidas no Brasil 

Em prol do grande crescimento do mercado de cervejas artesanais no Brasil, a Forbes juntamente com a AmBev, analisaram o mercado e listaram as melhores marcas de cerveja artesanais vendidas no Brasil. Confira as 10 melhores marcas de cerveja que podem incrementar o cardápio de bebidas do seu bar ou restaurante:

1 – Duchesse de Bourgogne (Bélgica)

marcas de cerveja

2 – Morada Hop Arabica (Brasil) 

marcas de cerveja

 

3 – Colorado Ithaca (Brasil)

marcas de cerveja

4 – North Coast Old Rasputin Russian Imperial Stout (EUA) 

marcas de cerveja

5 – Morada Double Vienna (Brasil) 

marcas de cerveja

6 – Tripel Karmeliet (Bélgica)

marcas de cerveja

7 – Tupiniquim Omnipollo Polimango (Brasil)

marcas de cerveja

8 – Chimay Bleue (Bélgica)

marcas de cerveja

9 – Bodebrown Cacau IPA (Brasil) 

marcas de cerveja

10 – Ballast Point Sculpin IPA (EUA) 

marcas de cerveja

#Dica: Não deixe de experimentá-las. Confira a lista completa clicando aqui. 

Marcas de cerveja mais vendidas no mundo 

Acima de tudo, algumas das  marcas de cerveja mais vendidas no mundo, não são conhecidas aqui no Brasil. Todavia, entre elas, existem aquelas das quais somos especialistas.

Confira as 10 marcas de cerveja mais vendidas no mundo:

  1. Snow – China
  2. Tsingtao – China
  3.  Bud Light -Estados Unidos
  4.  Budweiser – Estados Unidos 
  5.  Skol – Brasil 
  6. Yanjing – China
  7. Heineken – Holanda 
  8. Harbin – China
  9. Brahma – Brasil 
  10.  Coors Light – Estados Unidos 

Quais marcas de cerveja não podem faltar em seu bar ou restaurante?

Antes de mais nada, a resposta para essa pergunta é depende.

Vou explicar!

Acima de tudo, as marcas oferecidas no seu negócio, devem seguir o gosto do seu público alvo. Em outras palavras, no seu food service, pode ser necessário servir marcas de cerveja mais “tradicionais” ou até as cervejas mais elaboradas, como as artesanais. Isso tudo, levando em consideração o que a maioria dos seus clientes mais consomem. 

Por exemplo, clientes das classe A e B consomem cervejas mais elaboradas, como as artesanais ou importadas. Já clientes das outras classes econômicas, optam pelas nacionais, ou produzidas aqui, que tem um valor de venda bem menor que as citadas antes.

Seja como for, de um modo geral, saiba que, as mais consumidas hoje no Brasil são Skol, Brahma e Antarctica. Sendo assim, se você ainda não sabe quais marcas adquirir para o seu restaurante ou similar, tenha em mente que essas marcas de cervejas não podem ficar de fora.

Por fim, de modo geral, o proprietário de um bar, vende de 2 a 3 tipos de cervejas “comuns” ou populares, 2 tipos de cerveja “especiais” e 2 tipos estrangeiros. 

Marcas de cerveja mais valiosas do Brasil

Sobretudo, a marca Skol, segue na liderança como a marca mais valiosa do Brasil. Ela soma um crescimento de 8,2 bilhões de dólares. 

Além disso, outras marcas entram para o hall da fama entre as mais valiosas aqui no país, como a Brahma, a Antarctica, a Bohemia e a Schin.  Afinal elas estão dentro das 60 marcas de cerveja mais valiosas, segundo o ranking do Brandz Brasil, valendo juntas, mais de 8 bilhões de dólares. 

Conclusão 

Portanto vimos que o mercado cervejeiro está em constante ascensão no Brasil, e que muitas marcas de cerveja nacionais estão ganhando o mundo. 

Aliás, vimos também que os restaurantes e bares devem aproveitar e oferecer as marcas de cerveja que mais se aproximam com o seu público alvo e com o estilo do food service. Assim poderá aumentar a venda do local graças a satisfação dos clientes. 

Por fim, agora que você já tem uma boa noção do comércio de cervejas, já decidiu quais vender em seu food service?

Tem alguma dúvida ou precisa de alguma sugestão? Comente sua escolha nos comentários!


Artigos relacionados:

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *